29 de abril de 2010

Bagagem de mão

Viajar em low cost implica, preços baixos (às vezes), destinos acessíveis, venda de rifas a bordo e taxas para tudo e mais alguma coisa. No fundo o voo sai barato mas para ter o nível de 'conforto' de outras companhias tudo se paga.
Ora como eu ando com os troquinhos contados não há cá pagar taxas para a bagagem de porão e por isso só se leva o essencial na bagagem de mão, o que levanta alguns problemas. Como é que eu vou fazer com a história dos líquidos e a bagagem de mão?
Andava eu a magicar uma forma de arranjar frasquinhos lá por casa para levar o belo do champô, amaciador e a reclamar...Ah e tal, devia haver embalagens mais pequenas, na Alemanha havia muito no supermercado, blá, blá, blá...
Afinal não é só na Alemanha, aqui também há, eu é que nunca procurei como deve ser. E isto não é uma coisa qualquer, é um kit completo com vários tipos de frascos, consoante a aplicação.


Como já se deve ter notado nas entrelinhas, aqui a menina vai "laurear a pevide" até à próxima terça-feira (só para testar o kit). :p

27 de abril de 2010

Second place is for losers



                      
                               versus.
















Premissa: Quem tem  os melhores carros e os melhores pilotos ganha o prémio.


Entenda-se:
Carros = equipamentos
Pilotos = investigadores
Prémio = artigo científico

26 de abril de 2010

Primeiras impressões

Após 25 anos de existência, convivência e socialização com outras pessoas cada vez mais me convenço que sou um desastre a avaliar as pessoas na primeira impressão.
De um modo geral quando conheço alguém acho sempre (ou quase) que é boa pessoa, raramente fico de pé atrás. No entanto, o tempo passa e dou por mim a pensar "Aquela pessoa enganou-me bem, parecia tão simpática, afinal não só não é nada simpática como é má pessoa. Como é que me enganei!?".
Este 'síndrome' não é de hoje, já nos tempos de escola apanhei grandes desilusões, que é como quem diz 'facadinhas nas costas'. Não quero com isto dizer que todas as pessoas com quem simpatizo no primeiro contacto são más pessoas, nada disso! Tenho bons amigos com os quais me dou bem desde o primeiro instante.
Existe ainda o verso da medalha, pessoas com as quais não simpatizo muito no primeiro contacto e que depois são uma boa surpresa revelando-se grandes amigos e/ou colegas.
Devia existir um sensor, que se ingerisse como um comprimido mágico, para me alertar que pessoa x e y não merecem o meu tempo, a minha confiança e muito menos a minha amizade e, que aquela pessoa que não me mostra os dentes logo à primeira vista é impecável e se rege pelos mesmos princípios que eu.
Era tão, mas tão mais fácil...

21 de abril de 2010

Vamos a contas

Febre + Dores de garganta + Nariz a pingar + Tosse + Dores de cabeça + Moleza...


...+ Antipirético + Anti-inflamatório + Xarope da tosse + Pastilhas para a garganta


= Dani pronta para trabalhar no lab e preparar apresentação oral para sexta-feira


P.s.: Como eu adoro apresentações. :(

17 de abril de 2010

O símbolo perdido

Acabei ontem de ler o livro que tem ocupado a minha mesinha de cabeceira nos últimos tempos, "O símbolo perdido" de Dan Brown.
Ao contrário de outros livros de Dan Brown este não foi daqueles de me fazer ler noite dentro sem conseguir parar, mas também não foi um mau livro.
Os primeiros capítulos foram um pouco aborrecidos, a história demorou a "arrancar", no entanto, depois desta fase inicial branda, a acção foi-se desenrolando a um ritmo vertiginoso, conseguindo transportar-me para dentro do livro. Em certas alturas a descrição era tão boa que despertava em mim as sensações de quem estava a viver a história, medo, ansiedade, fúria, desespero, pânico, entre outros.
Depois de me ter rendido à história e de um "pré-final" em grande, o final foi uma desilusão, muito lento, perdi-me nas descrições excessivas, que a meu ver não acrescentam nada...
De um modo geral gostei do livro, apesar de algumas partes menos boas, a parte mais activa da história foi muito bem conseguida e cativante.

16 de abril de 2010

Lição n.º1 da aula de fotografia

Hoje descobri que sou uma 'clicadora'.

Porque em 4572 clicks na máquina, correcção câmara (sou aspirante a fotógrafa e não a maquinista), consigo uma foto gira.
Logo, isto não faz de mim uma fotógrafa, mas sim uma 'clicadora' persistente. :p

14 de abril de 2010

Adoro


Receber presentes (especialmente quando são inesperados).
A minha mana viu uma t-shirt gira numa loja e lembrou-se de mim. Foi tão querida, comprou-a e enviou-me pelo correio sem dizer nada.
Hoje cheguei a casa e tinha uma surpresa à minha espera. :D

Obrigada maninha linda!!

13 de abril de 2010

Cometi a loucura do ano

Depois de muita pesquisa e ponderação cometi a loucura do ano e comprei uma máquina fotográfica nova. OMG!!!
A loucura está feita, agora só me falta aprender a mexer nisto, que as fotos não saem bonitas sozinhas.

Aqui ficam os primeiros disparos. A modelo é a Ponte Vasco da Gama. :D






Acho que até não estão más, mas foram tiradas no modo automático, que a esta altura do campeonato ainda estou a aprender para que servem os botões. Com o tempo a coisa vai lá e para ajudar já me inscrevi num curso de fotografia para principiantes. :p

10 de abril de 2010

David Fonseca no Coliseu dos Recreios

Numa palavra...


AWESOME!!!


Ele avisou que estava a 100% das suas capacidades de Ninja hiper-activo!

Antes do concerto começar hits dos 80's (Pet Shop Boys, entre outros) ajudavam a aquecer o ambiente no Coliseu dos Recreios, a dada altura a voz inconfundível de Freddie Mercury juntou-se à festa a entoar "I Want to Break Free" e num rompante a magia aconteceu...



...do interior da cabine telefónica, ecoava já a voz de David Fonseca... "I Want to Break Free, I Want To Break Free" numa introdução a "Walk Away When You're Winning", dando início a uma noite frenética.


 

A noite continuou com algumas das músicas do 'novo' álbum, "Owner of Her Heart" e "A Cry 4 Love", passando  pelo "Everybody's Gotta Leran Sometime", quando num dos camarotes surgiram as primeiras notas do tema "Morning Tide (I just Can't Remember)" vindos de um grupo de Mariachis

"Cause all I wanna do to you is wrong, is wrong"
Depois desta surpresa as palmas em uníssono deram início ao "Kiss Me, Oh Kiss Me" que foi cantado em coro por todos os que estavam no Coliseu.


Seguiu-se um dos muitos momentos mágicos da noite, um crossover entre "Time After Time" de Cyndi Louper e "Someone That Cannot Love"


A noite continuou passando por "Gelado de Verão", "Our Hearts Will Beat as One"  passando "Stop 4 a Minute"  uma das minhas favoritas do novo álbum.




 "Hold still" chegou na companhia de Rita Redshoes, que se juntou à festa depois de ter cantado também, "Dirty World".


O pessoal pediu "E salta David, e salta David", e ele saltou! :p 
Seguindo-se um momento espectacular com crossover de "Girls Just Wanna Have Fun" e "The 80's".



O espectáculo seguiu passando por temas como "It's Just a Dream", "(Baby) All I Ever Wanted", "This One's So Different", e o mítico "Angel Song", acompanhado de uma história na casa da sua avó.

Tivémos ainda a companhia de não um, mas seis David Fonseca para cantar e tocar "U Know Who I Am"




O momento alto da noite chegou quando David Fonseca apareceu no camarote presidencial, vestido a rigor com robe e luvas de boxe e se ouviu


"LISBOA, I'M YOUR DJ!"


Foi o delírio, a loucura total, o Coliseu transformou-se numa rave ao som bombástico de "This Raging Light"


video

 e "Silent Void" a encerrar uma noite mágica!

8 de abril de 2010

Cabeça de vento eu?

Post mais recente do facebook:

Esqueci-me do telemóvel no parapeito da varanda em modo vibração. Por favor não me telefonem!!!
Com a sorte que tenho vai tender para o lado de fora, cair do 3º andar e partir-se em bocadinhos. :(

É já amanhã

5 de abril de 2010

Páscoa em família

Momento do fim de semana:



O meu pai e o meu tio (o irmão mais velho) a contarem as peripécias que foram responsáveis por grande parte dos cabelos brancos do meu Avô Ferreira (a outra parte ficou a cargo dos outros (seis) irmãos). :)
Desde um carro de ferro feito por encomenda escondido, que arranjavam maneira de encontrar para brincar, pintainhos mortos (sem maldade) porque se obedeceu a uma ordem do pai e ainda se levou uma valente tareia, gasolina do motor do poço que era 'roubada' para por na mota do irmão. Um sem fim de histórias que valeram uma tarde bem passada.

1 de abril de 2010

Ficar até tarde no lab dá para quê?

Parvoíce, está claro!

Enquanto ando aqui num turbilhão de poções mágicas à espera que a ciência aconteça num híbrido de bruxa má com cientista louco, tenho que manter a mente desperta.


Da próxima vez que vier cá a televisão tb quero balões cor de rosa para usar com azoto liquído.

O primeiro passo depois de todos se irem embora é tirar os fones e pôr a música bem alta, de preferência algo que me deixe bem disposta. À semelhança de outros dias, hoje música não falta! 
Depois de tratar da minha quinta, enviar presentes para os amigos e de me fartar do facebook, dei com um ícone na barra de tarefas, o gestor de audio. Normalmente não ligo nenhuma a isto, só quando acho que o som não está grande coisa, hoje decidi explorar a parte dos efeitos.
Quem está familiarizado com aplicação já deve ter notado que para além das habituais opções de equalizador como pop, rock, live, existe um sem fim de efeitos que se podem escolher, foi aqui que comecei a descarrilar.
Dei por mim a testar ambientes onde geralmente oiço música. Ora vejamos, 

- Beco, este modo é para recordar quando morava num beco em Lisboa, tudo começa a fazer sentido, agora percebo porque o som dos fones soava de modo diferente enquanto subia o Beco.

- Casa de banho, com este modo posso fechar os olhos e imaginar que estou no banho, debaixo de um jacto de água quente, dá imenso jeito quando já só penso isso.

Os meus preferidos

- Cave e Tubo de esgoto, se há coisa que gosto de imaginar enquanto oiço música é que estou numa cave ou no esgoto, qual praia, mar, esplanada, nada disso, música é para se ouvir na cave!

Com isto, a minha experiência já acabou, posso deixar-me de devaneios. Vou mas é arrumar as coisas e ir para casa tomar um banho quente (vou pôr o modo Casa de banho para começar já a relaxar, lol).

Tenho quase a certeza que amanhã vou reler isto e pensar, WTF??

Aqui fica a música das experiências